O que é e como funciona o JLPT

O exame de proficiência em língua japonesa (JLPT ou 日本語能力試験) é um exame criado pela Fundação Japão em 1984 com o objetivo de medir as habilidades de estrangeiros em língua Japonesa.

O exame é administrado duas vezes por ano no Japão e em alguns outros países, e uma vez na maioria dos países como nos casos de Brasil e Portugal.

No Brasil a instituição responsável pelo teste é o Centro Brasileiro de Língua Japonesa (CBLJ), o teste é realizado em Dezembro. Mais informações aqui.

Em Portugal o JLPT é chamado de Exame Oficial de Aptidão da Língua Japonesa. O exame é administrado em Dezembro pela Universidade do Porto em parceria com a Fundação Japão. Mais informações aqui.

O exame é aplicado em um grande número de localidades, para uma lista completa clique aqui.

 

O exame é dividido em cinco níveis, sendo N5 o mais fácil e N1 o mais difícil.

Abaixo sobre o que é esperado dos candidatos que prestam cada nível:

N5  Compreensão de Japonês elementar -Leitura de katakana, hiragana e alguns kanji. O candidato deve ser capaz de compreender japonês básico falado lentamente.

N4  Compreensão de Japonês básico – Leitura de frases escritas com vocabulário básico e kanji. O candidato deve ser capaz de compreender conversação básica falada lentamente.

N3 Compreensão de Japonês utilizado no dia a dia até certo ponto- Leitura de materiais com conteúdos específicos voltados a assuntos do dia a dia, habilidade de compreender conteúdos resumidos como títulos de artigos de jornal. O candidato deve ser capaz de compreender conversas do dia a dia em uma velocidade próxima à natural.

N2 Compreensão de Japonês utilizado no dia a dia e em algumas situações específicas – Leitura de materiais sobre assuntos diversos, artigos e alguns textos específicos. O candidato deve ser capaz de compreender conversações sobre temas comuns e inferir informações em noticiários e conversações sobre temas específicos.

N1 Compreensão de Japonês utilizado em várias situações – Leitura de material de várias áreas, textos técnicos, editoriais e notíticas de jornal. O candidato deve ser capaz de compreender Japonês utilizado em situações específicas, noticiário, palestras e conversações acerca de assuntos específicos em velocidade natural.

 

 

Mais informações sobre o JLPT você pode encontrar no site oficial

(Visited 282 times, 1 visits today)